Bases instáveis na musculação
18/11/2014
Musculação e treinamento funcional: a combinação que combina
09/12/2014

Pesquisas apontam que o treinamento de força é uma das intervenções mais eficazes para prevenção e tratamento de diversas doenças.

Há muito tempo, a musculação é considerada a modalidade de exercício físico mais eficaz para melhora do perfil estético. Esse fato é tão verdadeiro que grande parte das pesquisas que identificam os objetivos de praticantes de musculação encontram na estética corporal o principal motivo para a prática.

Porém diversas características da sociedade moderna (comportamento sedentário, má alimentação, estresse, etc.) têm contribuído para o aumento na incidência de doenças associadas, o que tem incentivado cada vez mais os pesquisadores a elucidarem os efeitos do exercício físico sobre a saúde. Dentre as modalidades investigadas, o treinamento de força ganha posição de destaque na atualidade, devido à sua crescente popularidade.

A fim de sintetizar as informações, em 2012, Wayne L. Westcott publicou um estudo intitulado “Treinamento resistido é remédio: efeitos do treinamento de força sobre a saúde”. Abaixo, segue a tradução do resumo do trabalho.

Adultos inativos vivenciam uma perda de 3 a 8% da massa muscular por década, acompanhada de diminuição da taxa metabólica de repouso (TMR) e acúmulo de gordura corporal. Dez semanas de treinamento resistido (TR) podem aumentar o peso magro em aproximadamente 1,4Kg, aumentar a TMR em 7% e reduzir o peso gordo em 1,8Kg. Os benefícios do TR incluem melhora do desempenho físico, controle de movimento, velocidade de marcha, independência funcional, habilidades cognitivas e auto-estima. O TR ainda pode contribuir na prevenção e tratamento do diabetes tipo 2 pela diminuição da gordura visceral, redução da hemoglobina glicada, melhora da densidade do transportador de glicose tipo 4 (GLUT4) e melhora da sensibilidade à insulina. O TR também pode aprimorar a saúde cardiovascular pela redução da pressão arterial de repouso, diminuição da lipoproteína de baixa densidade (colesterol ruim) e dos triglicerídios e aumento das lipoproteínas de alta densidade (colesterol bom). O TR pode promover desenvolvimento ósseo, com estudos mostrando aumento de 1 a 3% na densidade mineral óssea. Ainda pode ser efetivo em reduzir lombalgias e desconfortos associados com artrites e fibromialgia, além de atenuar e até mesmo reverter os prejuízos do avanço da idade sobre o músculo esquelético.

 

Saiba tudo sobre musculação no livro “Musculação perguntas e respostas

 

Você ainda precisa de mais informação para se convencer da necessidade de treinar musculação??? A estética do seu corpo pode até não melhorar como você gostaria, mas na sua saúde, a melhora é indiscutível.

Por falar em saúde, você já fez um plano de saúde? Não é desse plano que me refiro, mas sim do planejamento de sua saúde em longo prazo. A musculação está inserida nele??? Se não estiver, repense essa condição.

Lembre-se! O incentivo à prática pode partir de qualquer pessoa, mas a prescrição somente pode ser feita por um profissional de Educação Física.

 

Referência (clique sobre o nome do autor para ser redirecionado):

Westcott WL. Resistance training is medicine: effects of strength training on health. Curr Sports Med Rep. 11(4): 209-16, 2012.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/caueteixeira/public_html/wp-includes/functions.php on line 3743

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/caueteixeira/public_html/wp-includes/functions.php on line 3743