Musculação: crenças vs. evidências

Efeitos da hidroginástica sobre variáveis morfofuncionais de indivíduos de meia idade e idosos
18/04/2016
Short roundtable RBCM: treinamento funcional
18/04/2016

Cauê Vazquez La Scala Teixeira, Yuri Motoyama, Paulo Gentil. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, v. 9, n. 55, p. 562-571, 2015.

Resumo: A musculação é uma das formas de exercício físico mais comum nas academias físico-esportivas e um dos campos científicos que mais evoluiu nas últimas décadas. Todavia, a prática da musculação em academias ainda é cercada de mitos, crenças culturais e a aplicação prática das evidências científicas na prescrição do treinamento parece ser uma realidade ainda distante. Dessa forma, faz-se necessário confrontar as práticas comuns com os achados científicos mais relevantes, no intuito de melhor respaldar tais condutas práticas caso sejam convergentes, ou redirecioná-las, em caso de divergências. Assim, o objetivo do presente é fazer um ensaio crítico sobre algumas crenças adotadas nas rotinas de treinamento em musculação, com base em referências teórico-científicas relevantes.

DOWNLOAD